Toxoplasmose Ocular

Quem já ouviu falar de toxoplasmose logo associa a doença aos gatos. Mas, nem todo gato está infectado pelo parasita Toxoplasma gondii, o grande vilão da história. Agora, o que muitos podem não saber é que existe a toxoplasmose ocular, uma doença causada por este mesmo parasita que atinge os olhos e que nos casos mais severos pode levar à cegueira.

Alguns cuidados podem ser tomados para evitar a doença, já que o T. gondii pode ser adquirido por meio da ingestão de alimentos contaminados, como verduras, legumes, água, carnes malcozidas, especialmente de porco e carneiro. E, claro, ele também é encontrado nas fezes de gatos e outros felinos.

Outra forma bastante comum de transmissão é através da placenta, no caso de mulheres grávidas. E crianças com toxoplasmose congênita têm mais chances de apresentar lesões oculares mais tarde na vida.

Um dos sintomas mais importantes que se percebe é a diminuição da visão. Também podem ser observadas vermelhidão nos olhos, dor, fotofobia (sensibilidade à luz), ou visão de pontos pretos flutuando na frente dos olhos.

Como diagnosticar e tratar

Um exame de fundo de olho, prática comum em clínicas oftalmológicas, pode detectar se uma pessoa é portadora da doença. Além disso, o médico oftalmologista pode solicitar exames de sangue específicos para confirmar o diagnóstico.

Mas, é importante lembrar que o fato da pessoa ser portadora de toxoplasmose não significa que ela irá ter problemas oculares.

Uma forma branda da toxoplasmose ocular, e que não costuma deixar sequelas, é aquela que causa uma lesão na parte anterior do olho. Contudo, existe uma forma mais severa, que pode ocasionar lesões na retina e na coroide (membrana que envolve o olho). No caso da retina, que é responsável por captar as imagens e conduzi-las para o cérebro, a toxoplasmose ocular pode deixar uma cicatriz, prejudicando a visão.
O tratamento é feito com colírios anti-inflamatórios e cicloplégicos (aqueles que dilatam a pupila) para diminuir a dor. O mais importante, porém, é conduzir o tratamento com antibióticos por via oral.
Outra característica típica da toxoplasmose ocular é que ela pode voltar. A ciência ainda não descobriu por que algumas pessoas voltam a apresentar a doença ao longo da vida, enquanto outras não. A queda de imunidade pode ser um dos fatores que propiciem a volta da infecção.

Posted in:

Blog

Caso queira mais informações a respeito deste exame utilize o espaço abaixo:

Facebook

Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No feed found.

Please go to the Instagram Feed settings page to create a feed.

Desenvolvido por &
WhatsApp
x
Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site. Aceitar