Glaucoma (Tratamento a Laser e Cirúrgico)

Glaucoma – Trabeculectomia

Glaucoma é uma doença ocular que pode levar à cegueira se não for tratada e que está relacionada com a pressão interna do olho.
Quando a pressão do olho se torna muita alta, pode acabar lesando o nervo óptico, que é responsável pela transmissão das imagens percebidas pelo olho até o cérebro. A destruição do nervo óptico é o que torna a pessoa cega.
Infelizmente, na maioria das vezes os sintomas do Glaucoma não se manifestam ou aparecem tardiamente, quando a doença já causou uma lesão severa e irreversível.

Sintomas do Glaucoma

  • A visão se torna borrada;
  • Forte dor nos olhos;
  • Dor de cabeça,
  • Auréolas multicoloridas ao redor das luzes;
  • Náusea e vômito.

Não muito comumente, alguns bebês podem nascer com a doença, neste caso chamada de Glaucoma Congênito. Os sintomas são olhos maiores que os das outras crianças, os olhos tornam-se nublados; os olhos lacrimejam e fecham diante da luz.
Notando qualquer um desses sintomas, os pais devem levar os bebês imediatamente ao Oftalmologista.

O que causa o Glaucoma?

Dentro do olho flui permanentemente um líquido transparente chamado humor aquoso, que não faz parte das lágrimas que lubrificam a superfície externa do olho.
Pode-se imaginar este líquido fluindo e drenando o olho como a água escorrendo por um ralo o tempo todo. Se há uma obstrução neste ralo, a água se acumula e a pressão aumenta.
O mesmo ocorre dentro do nosso olho. Porém o ralo é chamado de ângulo de drenagem e a água é o humor aquoso. Quando esse ângulo fica obstruído, o humor aquoso é retido dentro do olho, aumentando a pressão ocular.

Quem tem mais facilidade de adquirir o Glaucoma?

Portadores de diabetes, pacientes de idade mais avançada, pessoas que tomam corticoesteróides, pessoas que usam colírios com corticóide durante muito tempo, pacientes que sofreram alguma lesão grave nos olhos, quando há casos de glaucoma na família.
Em todos esses casos, recomendamos redobrar os cuidados e aumentar as visitas ao oftalmologista.

Tipos de Glaucoma

  • Glaucoma Crônico de Ângulo Aberto
    Corresponde a maioria dos casos de Glaucoma em adultos. O sistema de drenagem do olho deixa de funcionar bem à medida que a pessoa vai envelhecendo. A doença pode danificar a visão de maneira lenta e indolor.
  • Glaucoma de Ângulo Fechado
    O Glaucoma de Ângulo Fechado se caracteriza pela obstrução do ângulo de drenagem. Quando essa obstrução é lenta e gradual, caracteriza-se de Glaucoma Crônico de Ângulo Fechado, que atinge com mais freqüência pessoas de origem africana e asiática. Quando a obstrução ocorrer repentinamente, temos o Glaucoma Agudo de Ângulo Fechado.
  • Glaucoma Secundário
    Ocorre quando o ângulo de drenagem é afetado por lesões, certas drogas (como os esteróides), tumores, inflamação e vasos sanguíneos anormais.
  • Glaucoma Congênito
    Manifesta-se em recém-nascidos, que devem ser levados ao oftalmologistas imediatamente.

Como se trata o Glaucoma?

A pessoa portadora do Glaucoma necessita ser examinada regularmente ao longo de toda sua vida. Em geral, o dano causado pelo Glaucoma é irreversível.
Na maioria dos casos, o Glaucoma é tratado com colírios e comprimidos, de acordo com a prescrição do oftalmologista. O portador do Glaucoma não deve nunca suspender ou trocar o colírio sem autorização do oftalmologista.
O Glaucoma pode ser tratado com cirurgias, que ajudam a controlar a pressão intra-ocular.

Cirurgia

  • Cirurgia TREC invasiva: O oftalmologista utiliza instrumentos de micro-cirurgia para criar um novo canal de drenagem pelo qual o humor-aquoso é liberado, diminuindo, assim, a pressão.
  • Cirurgia a Laser: Indicada para pacientes com Glaucoma Agudo. O procedimento é realizado em consultório médico, com anestesia tópica.

O tratamento do Glaucoma no Centro Oftalmológico Tranjan

É feito por uma equipe de médicos especialistas nesta patologia que, utilizando equipamentos de última geração, realizam todos os exames necessários para se chegar a um diagnóstico preciso e eficiente.
Dispomos de um moderno equipamento chamado OCT, que detecta o Glaucoma na sua fase inicial.
Além do OCT, dispomos de Campimetria Computadorizada, que permite identificar alterações no campo visual.

3 Comentários

  • Ava

    Genésio

    Bom dia! preciso de tratamento para duas pessoas da minha Familia que tem diagnosticado com Glaucoma e catarata, mais vejo que é muito caro esse tratamento, qual a sua sugestão q. vc. me dá desde de já muito obrigada!
    • Ava

      Tranjan Centro Oftalmológico

      Olá Angelina, obrigado por sua mensagem. Se já houve uma lesão no nervo óptico pelo glaucoma, que é a pressão intraocular do olho, não há mais tratamento para o caso.

Caso queira mais informações a respeito deste exame utilize o espaço abaixo:

Facebook

Instagram

Desenvolvido por &
WhatsApp