Dificuldade de ler de perto? Pode ser hipermetropia

  • Home
  • Blog
  • Dificuldade de ler de perto? Pode ser hipermetropia

Você percebeu que nos últimos tempos a sua visão de perto está mais difícil? Você precisa fazer um esforço maior para enxergar objetos que estão mais próximos, as letras começam a embaralhar e a visão fica embaçada. Além disso, o problema aumenta à noite, você sente cansaço visual e dores de cabeça frequentes?

Esses são os sintomas de uma condição ocular chamada hipermetropia. Trata-se de um erro que ocorre no processo de focalização da imagem, quando o olho é ligeiramente menor que o normal, ou quando há a diminuição do poder refrativo, causada por alterações no formato da córnea ou do cristalino. Por conta disso, quando a luz entra no olho, é focada atrás da retina em vez de diretamente nela, fazendo com que se enxergue melhor de longe que de perto.

A hipermetropia, muitas vezes, começa ainda na infância. Mas, o crescimento normal corrige o problema. Se uma criança, por volta dos nove anos (quando o olho já parou de crescer), ainda apresentar algum grau de hipermetropia, o olho pode corrigir o processo de focalização pelo aumento do poder dióptrico do cristalino, um processo chamado de acomodação.

Os sintomas da hipermetropia podem incluir:

  • Visão turva, especialmente à noite;
  • Problemas para ver objetos de perto;
  • Olhos doloridos, fadiga ocular e dores de cabeça.

Uma criança com hipermetropia mais grave pode:

  • Ter dores de cabeça;
  • Esfregar os seus olhos com frequência;
  • Ter problema em ler ou mostrar pouco interesse na leitura.

Mudanças ao longo do tempo

À medida que envelhecem, os olhos já não podem ajustar bem o erro de focalização. Por volta dos 40 anos de idade, os olhos naturalmente começam a perder a capacidade de focar objetos próximos. Isto é chamado de presbiopia (vista cansada). Passa-se a notar que a visão de perto se torna turva. Ao se agravar, a presbiopia pode comprometer tanto a visão de perto quanto a visão de longe.

Como diagnosticar a hipermetropia?

Um exame de acuidade visual ajudará na identificação de algum grau de hipermetropia. Durante a consulta, o oftalmologista fará também uma análise do histórico clínico. O especialista poderá recorrer a oftalmoscopia, tonometria, um exame de lâmpada de fenda, e outros testes de visão para compor o diagnóstico.

Como tratar?

A maioria dos casos se ajustam naturalmente e não precisam de tratamento. Com o avanço da idade, o tratamento para a hipermetropia pode ser feito por meio do uso de lentes específicas que direcionarão a luz para a retina, onde se forma a imagem.  A cirurgia pode ser uma opção em alguns casos,  geralmente indicada depois dos 21 anos de idade.

Posted in:

Blog

Caso queira mais informações a respeito deste exame utilize o espaço abaixo:

Facebook

Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No feed found.

Please go to the Instagram Feed settings page to create a feed.

Desenvolvido por &
WhatsApp
x
Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site. Aceitar